quinta-feira, 7 de maio de 2020

Prêmio Marielle Franco de Direitos Humanos: PLPs ganham o reconhecimento pela Câmara Legislativa do DF

No dia 28 de novembro de 2019, as Promotoras Legais Populares do Distrito Federal e Entorno tiveram a honra de receber o I Prêmio Marielle Franco de Direitos Humanos, na categoria da Organização da Sociedade Civil.




O Prêmio Marielle Franco de Direitos Humanos é um reconhecimento público e oficial da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Legislativa do Distrito Federal pelo trabalho de defensoras e os defensores de direitos humanos em diversas áreas de atuação.

Ao receber esse prêmio, as PLPs se orgulham do reconhecimento recebido pelos esforços que têm realizado para avançar na defesa e na cultura dos direitos humanos das mulheres no DF e entorno, desde 2005.

Marielle Franco representa a luta e a resistência que nos motivam a batalhar por uma sociedade justa e igualitária. A sua perda nunca deixará de doer, mas sua história e memória nos inspiram a seguir em frente e a multiplicar o seu legado. Seguiremos lutando por justiça por Marielle e por tantas outras defensoras de direitos humanos que resistem em um país tão racista, machista, LGBTfóbico e intolerante.


Para saber mais sobre o prêmio, acesse o site https://fabiofelix.com.br/premiomarielle.


PLPs na solenidade de entrega do prêmio

PLPs na solenidade de entrega do prêmio


Prêmio


sexta-feira, 1 de maio de 2020

PLPs publicam livro sobre a experiência do movimento no Brasil

No final de 2019, as Promotoras Legais Populares do Distrito Federal e Entorno publicaram o livro "Promotoras Legais Populares movimentando mulheres pelo Brasil: análises de experiências".


O livro é fruto da pesquisa realizada pelas PLPs/DF, que foi financiada pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP/DF) e teve o apoio da Fiocruz para auxiliar e instruir as pesquisadoras no método da pesquisa-participante que fundamentou vários artigos do livro.

O livro é formado por diversos artigos que buscam relatar a experiência do movimento de Promotoras Legais Populares pelo Brasil. A primeira seção concentra os relatos e análises das PLPs do Distrito federal e Entorno.  A segunda seção é formada por artigos de grupos de PLPs em outras regiões do Brasil. Nesta segunda seção, contamos com a participação especial de Maria Amélia Teles, uma das responsáveis por viabilizar a existência do Projeto há 25 anos.

O livro também contou com artigos de instituições e grupos parceiros das PLPs/DF, como o Fórum de Promotoras Legais Populares do Distrito Federal, o projeto Vez e Voz, e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

Ficamos extremamente contentes com a finalização do livro e esperamos que os relatos consolidados no livro possam inspirar a criação de novos grupos de PLPs, para continuarmos ainda mais mulheres pelo Brasil.

Você pode ter acesso à versão digital do livro aqui!

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

[16.11.2019] 27ª OFICINA DAS PROMOTORAS LEGAIS POPULARES CEILÂNDIA





A oficina do dia 16 foi carregada por inspiração e por sabermos que não estamos sozinhas no mundo lá fora, que são as mulheres que levantam as mulheres e que estaremos juntas, nunca silenciadas.
Dessa forma, foi uma oficina de descobertas e de pertencimento, pertencimento no sentido de se encontrar, de saber por onde seguir quando isso "acabar".
Essa oficina foi regada com aquele gostinho de estar acabando e de dever quase cumprido, falta a nossa ação social e a nossa sonhada colação, momentos esses que ficarão guardados para sempre em nossa memória afetiva, por isso dedicamos o primeiro tempo para ajustar alguns pontos que tinham ficado em aberto.
Lembro-me de falar no primeiro dia de curso que esse seria o meu melhor presente e de fato não estava nem um pouco errada, foi um ciclo de aprendizagens, dores, curas, choros tanto de risos quanto de alívio por sabermos que não estamos sozinhas e que tem muita mina foda engajada que está na luta.
E por falar de mina foda, teve muito projeto maravilhoso que fez com que meu coração ficasse quentinho, sobretudo os projetos das nossas manas Dona Fátima, Luz e da Larissa que são nossas cursistas e que nos enchem demais de orgulho e admiração.
Bom, fomos apresentadas também a Roda das Minas, Maré, Vez e Voz, as nossas parceiras de NPJ do curso da Lei Maria da Penha e ao Não é Não, fazendo assim que a gente continue engajada e ainda mais inspirada a seguir novos ventos ou voltar pra "casa" (PLP'S).
Com carinho,
Miss abraço 


Relatoria da cursista Camila Souza


[09.11.2019] 26ª OFICINA DAS PROMOTORAS LEGAIS POPULARES CEILÂNDIA







No dia 26.10.2019, o 25º encontro das PLPs, a turma resolveu questões referentes à Ação e à Fomartura.


No sábado 09.11, foi a Oficina sobre Economia Solidária: 

A proposta é fortalecer e encorajar mulheres sem oportunidade no mercado de trabalho, na sua grande maioria, sujeitas unicamente as tarefas rotineiras do lar no cuidado da família dos filhos e marido, na ocasião da oficina dia 09/11, ouvimos as impressões das mulheres, Cleia e Célia, com relatos de falta de política de ação afirmativa em áreas de suas vidas, no tocante ao meio ambiente, inclusão social e  emprego.

Economia solidária, não é só renda, é um grupo
de convivência, que se une para desenvolver um patamar de igualdade, onde é observado características de aptidão individual com troca de idéias, para que mutuamente, coletivamente se fortaleçam com o propósito de serem mulheres empreendedoras, sabendo que podem contar umas com as outras nas suas iniciativas sempre que precisarem de ajuda.

Não existe empoderamento feminino sem equilíbrio emocional e financeiro.

Relatoria da facilitadora Ivaneide